• lab2
  • lab5
  • lab1

  • lab11
  • lab8
  • lab7
  • lab3
  • lab4

Laboratórios de Ciências

A relevância da existência de uma infraestrutura de suporte ao desenvolvimento das atividades práticas de ciências numa escola do 1.º CEB assenta, nomeadamente, no facto da educação em ciências, nos primeiros anos de escolaridade, dever ser desenvolvida, essencialmente, através de múltiplas oportunidades de realização de atividades práticas, incluindo trabalho do tipo investigativo, e não através da aquisição de conceitos canónicos (Osborne & Dillon, 2008; Rocard et al. 2007).

O laboratório de ciências do CIEC, especificamente desenvolvido para o ensino formal das ciências no 1ºCEB foi concebido originalmente de forma a: (i) ser capaz de apoiar todos os objectivos do programa; (ii) ter recursos que proporcionem uma larga seleção de experiências apropriadas ao potencial de aprendizagem e interesses dos estudantes com diferentes capacidades e estilos de aprendizagem; (iii) ter flexibilidade na disposição do mobiliário e dos equipamentos para que o professor possa ter o máximo controlo e concomitantemente os estudantes possam circular sem obstáculos; (iv) ter amplo acesso à água corrente por parte dos alunos; (v) ter espaços de apoio para arrumar recursos e ou instrumentos de suporte às atividades, quando não estão em utilização.

A versatilidade com que foi concebido permite também a realização de atividades de cariz não formal para todas as idades. A sua utilização neste sentido é, não só possível, como desejável tendo em conta que o laboratório de ciências faz parte da estrutura global CIEC, que visa promover a educação em ciências quer em contextos de educação formal quer não formal.

Na concepção do laboratório do CIEC tentou-se que as instalações possuíssem uma flexibilidade tal que permitissem suportar não só o currículo de hoje, mas adequar-se ao do futuro, naquilo que é possível “antever” nestes domínios.